Vitória do setor supermercadista: fim da cobrança de taxas negativas pelas empresas de voucher

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

De acordo com o Superintendente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Márcio Milan, esta é uma conquista história para o setor supermercadista. Após forte atuação da Abras e Apas, o Ministério do Trabalho publicou a Portaria Nº 1.287 que, publicada no dia 28 de dezembro, veda qualquer cobrança de taxas negativas por parte das empresas que ofertam voucher.

“Essa vedação de cobrança de taxas negativas reduzirá os custos e, consequentemente, as taxas de voucher e a vulnerabilidade desse mercado. É uma excelente notícia para o setor”, destaca Roberto Longo, vice-presidente e diretor Jurídico da Apas.

Segue, abaixo, a íntegra da Portaria Nº 1.287:

Publicado em: 28/12/2017 | Edição: 248 | Seção: 1 | Página: 197

Órgão: Ministério do Trabalho / Gabinete do Ministro

PORTARIA Nº 1.287, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2017

Dispõe sobre a vedação de cobrança, pelas empresas prestadoras, de taxas de serviço negativas às empresas beneficiárias do Programa de Alimentação do Trabalhador.

O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO, no uso da atribuição que lhe é conferida pelo art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição Federal e considerando o estabelecido no art. 2º da Portaria Interministerial nº 05, de 30 de novembro de 1999, resolve:

Art. 1º No âmbito do Programa de Alimentação do Trabalhador, é vedada à empresa prestadora a adoção de práticas comerciais de cobrança de taxas de serviço negativas às empresas beneficiárias, sobre os valores dos créditos vinculados aos documentos de legitimação.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

RONALDO NOGUEIRA DE OLIVEIRA

Compartilhar.

CONFIRA TODAS AS NOTÍCIAS DA ACATS
close-link

Receba o Informe Acats

Acompanhe as novidades da Acats semanalmente em seu e-mail. Preencha as informações abaixo.
Quero Receber o Informe Acats
Você poderá cancelar a sua assinatura a qualquer momento, diretamente no informe.