Vendas nos supermercados de SC  começam 2018 com resultado negativo

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

As vendas do setor supermercadista catarinense registraram um resultado  negativo (-1,57%) em janeiro deste ano comparativamente a janeiro do ano passado. Na comparação entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018 o percentual é de (-21,66%), neste caso, um recuo que sempre acontece em função da sazonalidade do mês de festas, dezembro, que sempre é o mais forte em vendas do ano.

Os índices foram apurados na pesquisa mensal do Termômetro de Vendas, realizada pela Associação Catarinense de Supermercados (Acats). Participaram da pesquisa empresas de todos os portes e regiões catarinenses, sendo que os dados já foram deflacionados pelo IPCA.

A mesma sondagem buscou apurar a expectativa dos empresários para a próxima data comemorativa do calendário, a Páscoa, que é uma das mais fortes do ano. O resultado indicou que a cautela é a palavra de ordem nas encomendas de produtos típicos da Páscoa: ovos de chocolate e derivados.

Dos entrevistados, 72% responderam que compraram ou estão comprando a mesma quantidade de produtos que no ano passado. O segundo contingente, de 28% manifestou otimismo, indicando que ampliou as compras este ano, em 8% na média. Nenhuma empresa reportou a opção de compras em menor quantidade que no ano passado.

O Presidente da ACATS, Paulo Cesar Lopes, avalia que o desempenho de vendas de janeiro ficou abaixo da expectativa , tendo em vista que a temporada de verão parecia ser promissora, inclusive repercutindo negativamente também em outros setores, como de restaurantes e bares.

– O que notamos é que os desempenhos continuam oscilando e essa foi a tendência verificada nos dois últimos anos. Tudo indica que 2018 isso poderá se repetir. A questão principal é que existe ainda muita incerteza no cenário político, temos um ano eleitoral, copa do mundo e isso interfere na agenda econômica, sobretudo na decisão de novos investimentos – disse o empresário.

Sobre a Páscoa, segundo a leitura da ACATS, o domingo de Páscoa este ano cai no dia 1º. de abril, portanto, uma semana antes do recebimento de vencimentos dos trabalhadores da iniciativa privada, o que, segundo a entidade, representa um fator de inibição às vendas. O melhor final de semana do mês para os supermercados é sempre aquele posterior ao quinto dia útil.

Essa colocação de data da Páscoa, que se move todos os anos, também interfere no planejamento das empresas e isso pode a ajudar a explicar, em parte, o resultado da prévia deste ano. Em 2017 a Páscoa caiu no dia 16 de abril e na prévia feita com os empresários, 45% responderam que fizeram o mesmo volume de encomendas. Este ano este número subiu para 72%.

 

Termômetro de Vendas ACATS 2018 (em percentuais)

Mês mês atual x
mês ano passado
mês atual x mês anterior Acumulado
Jan (-1,57) (-21,66) (-1,57)

Compartilhar.

EXPOSUPER 2018
close-link

Receba o Informe Acats

Acompanhe as novidades da Acats semanalmente em seu e-mail. Preencha as informações abaixo.
Quero Receber o Informe Acats
Você poderá cancelar a sua assinatura a qualquer momento, diretamente no informe.